Quarta, 05 de agosto de 2020
11961087400
Internacional

08/04/2020 às 10h51 - atualizada em 08/04/2020 às 10h58

360

INÁCIO TEIXEIRA

Poções / BA

O medo do novo coronavírus na Alemanha
Com o giro internacional, a TVPOVO conversou com Günter Kipfmüller, 75 anos, um Alemão de Berlim, professor aposentado que morou em Poções
O medo do novo coronavírus na Alemanha
Günter em praça de Berlim, próximo ao seu aoartamento

Com o giro internacional, a TVPOVO conversou com Günter Kipfmüller, 75 anos,  um Alemão de Berlim, professor aposentado, que morou em Poções por muitos anos,  foi o primeiro a introduzir o bode da raça  Boer no município.   Gunter conta que sua passagem pelo Brasil, em especial em Poções,conta com mais de 4 décadas,  onde tem propriedade  e muitos amigos. Sobre a COVI19 e o comportamento do povo alemão, vive com muita preocupação, tanto com os perigos de saúde que está atingindo todo mundo e em especial ao meu caso, que faço parte de um grupo de risco – pela idade e por ter feito recentemente uma operação do pulmão.


Mesmo com efeitos negativos na economia não só da Europa, mais do mundo como um todo, a medida preventiva de ficar em casa e o isolamento social está sendo respeitada  e confiança nos poderes públicos é de 93% de por parte da população.  É a única forma que os cientistas e autoridades de todo mundo encontraram até o momento para evitar que mais gente morra e conter a propagação do vírus.


O que funciona - Supermercados, farmácias, setores de saúde, transporte e, passeio em público sozinho ou no máximo duas pessoas.   Ao mesmo tempo espera que  as medidas mostrem efeitos positivos, de modo que seja possível aos poucos as restrições e restaurar de certa forma a normalidade.  


Günter diz que graças a deus a Alemanha ainda possui um conjunto de mídia (jornais, televisões, rádios, comunicação científica e redes sociais) bastante confiável.  Mesmo as “redes sociais e a chamada infecção ideológica” estão presentes, mais não tão dominante com aí no Brasil.   O professor conta que acompanha a situação de vários países e mais do que nunca o respeito e a solidariedade é um elemento fundamental.


Günter salienta que como aposentado, ele tem o privilégio  de não se preocupar com sobrevivência e se mantém em casa com raras aparições públicas e gasta seu tempo lendo, ouvindo musica, tocando piano e telefonando para os amigos.   Ainda segundo Günter o Brasil tem muita competência para combater essa crise pelo qual o mundo passa. No entanto, alguns fatores atrapalham. Como: falta de informação, desconfiança, crença religiosa e ideologias, que conspiram contra a ciência.

FONTE: IT

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
Mais lidas
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium