Sábado, 19 de setembro de 2020
11961087400
Economia

14/08/2017 às 17h02 - atualizada em 15/08/2017 às 08h45

2.185

INÁCIO TEIXEIRA

Poções / BA

Prefeito não cumpre acordo e mais de 100 pessoas podem perder seus empregos em Poções
Prefeito não cumpre acordo e mais de 100 pessoas podem perder seus empregos em Poções
Imagem meramente ilustrativa

Com mais de 100 empregos na Cidade de Poções, a MOSCHEN, fabrica de palmilhas pode deixar o município. Há mais de oito anos gerando emprego e renda em Poções, e agora em 2017, com plano de expansão que poderia chegar em até 200 empregos, tudo pode ir de água abaixo. Isso por conta da gestão pública que não cumpre o acordo feito em fevereiro 2009, na gestão do prefeito Luciano Mascarenhas para a vinda do empreendimento. Funcionando anteriormente no Pituba e hoje às margens da BA262, no Loteamento Águas do Sertão próximo a Morrinhos, foi construído um galpão amplo para abrigar adequadamente a indústria. Com o crescimento da produção, já está sendo construído um novo galpão para garantir a expansão da fábrica que duplicaria sua produção e assim a sua capacidade de mão-de-obra. O prefeito atual e sua administração desdenha do acordo feito anteriormente, deixando de pagar o aluguel do Galpão que se encontra em atraso desde Janeiro de 2017, completando assim 7 meses, e colocando em jogo os empregos dos poçoenses que ali defendem os seus salários. O prefeito dificulta o desenvolvimento do municipio com sua política de desagregar,  deixando escapar as poucas oportinidades de alguma empresa séria se instalar em Poções. Funcionários em desespero pensam em ocupar a camara de vereadores na sessão de hoje. Para amenizar o problema o vereador Edson Meira esteve visitando a fabrica e conversou com a gerencia e o dono do galpão, solicitando calma e esperando sensibilizar a atual gestão.


FONTE: IT

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
Mais lidas
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium