Segunda, 10 de agosto de 2020
11961087400
Política

15/02/2017 às 01h14 - atualizada em 16/02/2017 às 18h06

3.342

INÁCIO TEIXEIRA

Poções / BA

Alunos do Colégio Eurides Santana salvam a segunda reunião da Câmara do Vereadores de Poções
Alunos do Colégio Eurides Santana salvam a segunda reunião da Câmara do Vereadores de Poções
Bruna Palmeira Foto: Inacio Teixeira

A segunda seção da camara dos vereadores de Poções, só não foi catastrófica por conta de um grupo de alunos do Colégio Eurides Santana, que apresentaram um trabalho sobre a crise hídrica entitulado "As nascentes do Rio das Mulheres, Cuidar para não Morrer". Representado pela Aluna Bruna Palmeira, esse grupo é formado por sete alunos do segundo ano (Ana Paula do Carmo Palmeira, Brizza Mota Correia, Bruna Palmeira Santos, Gabriela Palmeira Silva, Gabriela Silva magalhães, Jaqueline de Bito Dias  e  Rayssa Rocha Carvalho Santos) e ciente da crise hidrica e da longa estiagem que assola o país e principalmente a regiao do sudoeste e sertão da Bahia, decidiram fazer um estudo do atual estado de conservação das das nascentes que agonizam com o destrato, onde lixo plastico, garrafas e principalmente o desmatamento descontrolado pela ganancia do homem e a falta de conciencia de inescrupullosos fazendeiros e agricultores que sugam cada gota de vida, devolvendo um passivo ambiental sem controle e envenenando o solo com agrotoxico que rolam riacho abaixo.   A falta d chuvas  é um dos principais fatores para a falta d´água, a segunda, vem acompanhado de uma camuflada fonte esgotável, que são as nascentes, com um papel de maior importancia que é o de fazer continuamente a  reposião da água da  barragem de Morrinhos, que abastece Poções e toda a micro região. O objetivo principal é fazer palestras em escolas e orgãos públicos para sensibilizar a população urbana e concientizar tambem os moradores proximos às nascentes da necessidade conservar e de imediato revitalizar toda a área devastada a montante, para a  médio prazo evitar-se  uma crise hídrica mais acentuada, disse Bruna.  Recebeu aplausos de vereadores e virou mote no discurso de cada um, que na grande maioria nao sabiam nem do que se tratava e sem argumento que justificasse seus curtos pronunciamentos, salvo alguns poucos veradores. Sem falar as intervenções de forma deselegante e grosseira de pessoas que assistiam aos pronunciamentos dos membros da casa de lei. Por Inacio Teixeira/Coperphoto


FONTE: Por Inacio Teixeira

Clique nas imagens abaixo para ampliar:
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium